quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Histórico da Casa do Andarilho



A cidade de Vitória da Conquista é sede de uma grande obra social que está comemorando seus 12 anos. A Casa do Andarilho é uma instituição filantrópica fundada em 18 de outubro de 1998, pelo espírito solidário de Ataíde Macedo e membros de algumas igrejas evangélicas locais que distribuíam sopas nas madrugadas frias da cidade e perceberam a necessidade de se acolher algumas pessoas.
        A casa é uma das primeiras entidades do projeto Cristo Liberta que tem como objetivo resgatar vidas e levar a palavra de Deus aos necessitados que ali se encontram. Os internos ficam por sete dias na casa, onde recebem alimentação, higiene diária, estadia e apoio espiritual. São atendidos cerca de 200 andarilhos e migrantes por mês: moradores de rua e, até mesmo, pessoas que, por algum motivo, estão de passagem pela cidade e não têm onde ficar. Nesses casos, algumas passagens são doadas em convênio com a Assistência Social da Prefeitura Municipal e alguns parceiros.

      Depois do acolhimento por sete dias é feita uma triagem. Pessoas que apresentam problemas mais sérios como vícios, ou pessoas com maiores necessidades (idosos, crianças e adolescentes trazidos pelo Conselho Tutelar, etc.) são encaminhados para suas famílias ou para as outras instituições do Projeto Cristo Liberta (Casa de acolhimento e recuperação de mulheres, Centro de Recuperação Educacional, Centro de Triagem e Terapia).
       Para manter a Casa do Andarilho, a boa e velha união. “Vivemos exclusivamente de doações. Das entradas da instituição, 20% é do município via prefeitura, 80% vem dos recursos da doação do comércio, das empresas, da sociedade em geral de Vitória da Conquista e dos sócios contribuintes”,
        Além disso, suas doações podem chegar à instituição através do Projeto Sua Nota é um Show. Deposite suas notas fiscais em caixas da Instituição espalhadas pelo comércio ou leve suas notas à sede. A Casa do Andarilho fica na Rua 28, Casa 10, Conveima II, ou pelo telefone 3421 6199, ou seja um voluntario

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário